Share on facebook
Share on pinterest
Share on print

Ao visitar Aljezur ao teu ritmo, vai descobrir os seus pontos de interesse, apreciar a excelente paisagem envolvente e a variada gastronomia.

Este é um roteiro para visitar os principais pontos de interesse do Centro Histórico de Aljezur, onde vais passear por entre o casario original de casas brancas alinhadas em socalcos entre a Ribeira de Aljezur e o castelo. Vais também usufruir da excelente vista para a paisagem envolvente.

Aljezur é uma sossegada vila do Algarve, perto da costa do Oceano Atlântico, inserida no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

A vila teve o seu auge na ocupação islâmica do Al-Andaluz (século VIII-XIII), que deixou costumes e tradições que ainda se mantêm, e uma grande importância no período medieval.

Entretanto, Aljezur é hoje um importante centro turístico para os amantes do Surf e das praias, únicas e selvagens (Oceano Atlântico) e oferece excelente gastronomia.

Mapa do Roteiro em Aljezur

Os números (#) no Mapa e no Texto identificam os locais a visitar:

O que Visitar em Aljezur

Neste roteiro em Aljezur vai visitar os principais núcleos museológicos e locais de interesse, passeando por entre as ruas de casas de arquitetura rural algarvia, brancas com platibandas e vãos de várias cores, até ao castelo no morro sobranceiro à Ribeira de Aljezur.

Assim, leve água e calçado confortável!

  • Duração do Roteiro (estimada): 2 horas (30 minutos em caminho linear)
  • Extensão do Roteiro: 1 km

=> O percurso tem início no Largo do Mercado, onde se situa o Mercado Municipal. Ali encontras um painel de azulejos onde está pintada uma vista da vila e assinalados os locais de interesse.

A) encontrar os produtos locais no Mercado Municipal

No Mercado Municipal (1) vendem-se sobretudo os produtos oriundos das hortas e do mar. Assim, trata-se de um pequeno mercado, onde encontras bancas de peixe fresco, legumes, frutas, mel e outros produtos da região.

Mercado Municipal, Aljezur
Mercado Municipal, Aljezur

=> Passe a ponte sobre a Ribeira de Aljezur, até ao Largo da Liberdade.

B) observar a Ribeira de Aljezur

A Ribeira de Aljezur (2) circundava a vila e transformava-a numa “ilha”. Posteriormente, o terramoto de 1755 assoreou a Ribeira de Aljezur, que até então era navegável.

A ribeira assume, junto à localidade, o nome da vila e resulta da junção de duas ribeiras. Após passar pela zona dos Salgados, serpenteando quer por entre hortas de batata doce e de amendoim, quer pastagens com animais, a Ribeira chega à foz na Praia da Amoreira.

Ribeira de Aljezur a serpentear até ao Oceano Atlântico
Ribeira de Aljezur a serpentear até ao Oceano Atlântico

Junto ao Largo da Liberdade encontra, nas margens da Ribeira de Aljezur, grandes freixos e salgueiros e um pequeno jardim com bancos, onde podes sobretudo descansar e aproveitar a sua sombra.

Ao longo da Ribeira de Aljezur é possível observar a enorme biodiversidade. Entre os animais que ali habitam, destacam-se por exemplo as lontras, cágados, coelhos, além de inúmeras aves marinhas e outras (garças, cotovias, gaios, melros e muito mais), cujo canto podes ouvir.

Com efeito, encontra também grande variedade da vegetação mediterrânica ao longo desta Ribeira, desde a vila até o estuário e foz, como choupos e amieiros.

Várzea com Ribeira de Aljezur ao fundo
Várzea e Ribeira de Aljezur

=> Depois siga pela Rua João Dias Mendes até ao nº 13, onde existia uma antiga moagem. Se bem que, atualmente encontra ali um café;

=> Entretanto, continue pela Rua João Dias Mendes até à Associação de Defesa do Património do Concelho de Aljezur.

c) visitar a Associação de Defesa do Património de Aljezur

Ao visitar a Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur (3) encontra várias informações turísticas, bem como peças originais e uma maquete de um avião de combate alemão, que se despenhou perto de Aljezur em 1943.

Surpreendentemente, tal ocorreu na sequência de um inédito combate aéreo entre aviões alemães nazis e forças aliadas, em plena Costa Vicentina, em Portugal – um país neutro na II Guerra Mundial!

=> De seguida, continue até ao Largo do Pelourinho, onde vê a estátua do Infante Dom Henrique, num pequeno miradouro, ao lado de uma das azinhagas de acesso à Ribeira e ao antigo Porto de Aljezur.

Estátua do Infante Dom Henrique, Aljezur
Estátua do Infante Dom Henrique, Aljezur

D) imaginar o Porto de Aljezur

Ao falar sobre o antigo Porto de Aljezur (4) apela-se à memória deste próspero porto de mercadorias, em que os barcos, de grande dimensão comercializavam peixes, cereais, vinho, azeite, animais e demais produtos hortícolas.

A Ribeira de Aljezur, navegável até ao século XVIII, permitia o acesso dos barcos ao interior do território, constituindo até esta altura o Porto de Aljezur um dos mais importantes portos do Algarve e o único porto seguro entre Alcácer do Sal e Sagres.

O terramoto de 1755 destruiu grande parte da vila e levou ao assoreamento da Ribeira de Aljezur, ao declínio do Porto de Aljezur e à edificação de um novo aglomerado habitacional na outra margem da Ribeira. Se bem que, junto às suas margens podes ver ainda os antigos padrões de amarração dos barcos.

=> Em seguida, suba ligeiramente até ao Largo 5 de Outubro, onde está o Museu Municipal.

=> Se continuar pela Rua Dr. César Viriato França passa por uma Antiga Cisterna, onde as tripulações dos barcos se abasteciam de água potável (chegou a ser prisão e hoje é casa de habitação). Ali perto haveria a Casa da Portagem e a Estalagem, junto à Ribeira de Aljezur que acolhia, com dormida e comida, os viajantes que chegavam de barco.

E) Descobrir o Museu Municipal

O Museu Municipal (5) está instalado no antigo imóvel dos paços do concelho. Trata-se de um edifício branco com os vãos pintados a azul, tendo sido edificado no século XIX.

No seu interior existe, não só uma galeria de arte com exposições temporárias, como também vários espaços museológicos, que convidam a visitar o passado: o Legado Andalusino, o Núcleo Arqueológico e o Núcleo Etnográfico.

Legado Andalusino

No núcleo do Legado Andalusino encontra-se o espólio arqueológico do período islâmico, com destaque para peças de cerâmica e para o precioso tesouro de moedas islâmicas do século X-XI.

Núcleo Arqueológico

Ao visitar o Núcleo Arqueológico vai ver artefactos que remontam ao início da humanidade, obtidos de escavações no concelho de Aljezur.

Núcleo Etnográfico

No Núcleo Etnográfico expõe-se a etnografia e as tradições do concelho de Aljezur, onde pode ver vários objetos utilizados nas atividades tradicionais do quotidiano, de agricultores, pastores e pescadores, como por exemplo carroças, charruas, enxadas e artigos de pesca.

Ali observa a recreação de uma cozinha e quarto tradicionais com mobiliário e utensílios domésticos.

Museu Municipal, Aljezur
Museu Municipal, Aljezur

=> Junto ao Museu Municipal tem o Largo do Pelourinho (coluna de pedra do século XV que aqui existiu) e em frente tem uns miradouro com a estátua de D. Henrique. Daqui pode apreciar a várzea e ver lá ao fundo a vila nova de Aljezur.

=> Continuando no roteiro em Aljezur, suba pela Rua São João de Deus até à Igreja da Misericórdia, a qual tem junto a si o Museu de Arte Sacra.

F) apreciar a Igreja da Misericórdia / Museu de Arte Sacra

A Igreja da Misericórdia (6) foi edificada no século XVI e reconstruída no século XVIII, após o terramoto de 1755. Trata-se de um edifício de uma nave simples, com portal renascentista de cantaria de volta perfeita, com a inscrição gravada “1577” e que no exterior tem um janelão quadrangular por cima.

Igreja da Misericórdia, Aljezur
Igreja da Misericórdia, Aljezur

Junto à Igreja, localiza-se o Museu de Arte Sacra, que está instalado no antigo hospital da misericórdia, do século XVIII. Este espaço expõe peças sobre este tema oriundas de ofertas e de locais de culto da região.

=> Siga pela Rua do Gabão e depois pela Rua do Castelo até ao nº 2, onde visita a Casa-Museu Pintor José Cercas.

G) conhecer a Casa-Museu Pintor José Cercas

Na Casa-Museu Pintor José Cercas (7) encontra-se o acervo deste artista, que nasceu em Aljezur e que aqui viveu os seus últimos anos.

Com efeito, trata-se de um peculiar museu onde, por entre as divisões da casa, podes ver o espólio doado pelo artista, como quadros e desenhos da sua autoria e de outros artistas nacionais, bem como louças, faianças, esculturas, mobiliário de várias épocas.

Junto à casa tem o jardim, de onde pode admirar o castelo, a ribeira e a paisagem verdejante.

Fachada da Casa-Museu Pintor José Cercas
Casa-Museu Pintor José Cercas, Aljezur

=> Continue pela Rua do Castelo e depois suba a Rua Dom Paio Peres Correia até ao Castelo.

H) Subir ao Castelo de Aljezur

O Castelo de Aljezur (8) foi construído pelos árabes no século X no cimo de uma colina, para proteção das populações e do porto. No século XIII, foi conquistado pelos cristãos, tendo sido o último castelo a ser tomado no Algarve.

O castelo, de planta poligonal, sofreu o desgaste do tempo, visível nas muralhas e nas duas torres. Nestas últimas, note-se que a torre de planta circular controlava a entrada do castelo e a outra torre, retangular, fica no extremo oposto.

Ao visitar o interior do Castelo de Aljezur vai reparar numa cisterna (algibe) com abóbada retangular do período muçulmano, em silos escavados na rocha para armazenamento e em diversas estruturas de um possível quartel.

Contudo, o castelo deixou de ser usado nos finais do século XV.

Cisterna abobadada no Castelo de Aljezur
Cisterna no Castelo de Aljezur

A caminhada até ao Castelo é um pouco exigente (também podes ir de carro), mas inegavelmente vale a pena!

Assim, dali tem uma vista privilegiada sobre o horizonte, de onde avista o casario branco da vila de Aljezur, os férteis campos da várzea (onde é produzida a famosa batata doce de Aljezur, classificada produto de Indicação Geográfica Protegida) e a Serra de Monchique.

Vista da encosta com as muralhas do Castelo, Aljezur
Muralhas do Castelo de Aljezur

Do castelo avista a Ribeira de Aljezur, que serpenteia por entre campos, onde anteriormente se produzia arroz, até a bonita Praia da Amoreira no Oceano Atlântico.

Com efeito, ali consegue-se imaginar como seria a azáfama deste local uns séculos atrás, quando a Ribeira era navegável.

Vista para a Várzea e Torre quadrada do castelo de Aljezur, Aljezur
Várzea e Torre do Castelo de Aljezur

=> Desça pela Rua Dom Paio Peres Correia e mais à frente vire à direita para a Rua Nova até ao fim, onde está o Museu Antoniano.

I) observar o Museu Antoniano

O Museu Antoniano (9) está instalado no edifício da antiga capela de Santo António de Aljezur, do século XVII. A partir de 1809, o edifício foi uma habitação particular e, em 1995, passou a servir de museu dedicado a Santo António, onde se expõe moedas, medalhas, livros e quadros sobre esta temática.

Placas Indicativas de Museus de Aljezur
Placas Indicativas de Museus de Aljezur

=> Desça pelo lado direito do Museu Antoniano, pela Rua de Santo António e vire à direita para a Rua da Ladeira, onde vê um antigo Fontanário Público. Este “marco” de pedra abastecia de água a população da vila, sendo por isso um local onde as pessoas conviviam.

=> Continue pela Rua da Ladeira até ao fim e chegas à Rua João Dias Mendes, com o Largo da Liberdade em frente. Neste Jardim, admire o painel de azulejos alusivo à Ponte Medieval, que existiu aqui até 1947.

Ponte sobre a Ribeira de Aljezur, Aljezur, Algarve
Ribeira de Aljezur

=> Depois passe a Ponte Pedonal (sobre a Ribeira de Aljezur) para o Largo do Mercado, e chegou ao fim do Roteiro em Aljezur.

O que Visitar no Município de Aljezur

VISITAR A PRAIA DA AMOreira

A Praia da Amoreira é onde a Ribeira de Aljezur desagua no Oceano Atlântico. No meio de uma paisagem tranquila, podes usufruir quer de uma praia de mar, de águas mais frias e batidas de ondas, quer de uma praia fluvial (tipo lagoa), de água mais quentes e calmas.

Em suma, trata-se de uma praia muito bonita, com um vasto areal de cor dourada, ótima para relaxar! Perto tem a Praia do Monte Clérigo que é inegavelmente uma das praias mais bonitas do Algarve.

Praia da Amoreira, Aljezur
Praia da Amoreira, Aljezur

Explorar O Ribat da Arrifana

A cerca de 9 km de Aljezur podes visitar o Ribat da Arrifana. Aliás, trata-se do único ribat islâmico identificado em Portugal (em Espanha existe outro). Este convento-fortaleza, situado junto ao mar, era simultaneamente um local de defesa estratégica e de reflexão religiosa.

Dali tem uma vista espetacular, onde pode observar algumas das bonitas falésias e praias da Costa Vicentina. Próximo dali, pode igualmente usufruir a Praia da Arrifana.

Ribat da Arrifana, Aljezur
Ribat da Arrifana, Aljezur

PraticaR surf NO MunIcÍpio de aljezur

O concelho de Aljezur localiza-se na Costa Vicentina (Parque Natural), que tem inegavelmente excelentes locais para praticares surf, como sejam junto das praias da Arrifana, Amoreira e Canal.

Dadas também as boas condições para a aprendizagem deste desporto, encontra aqui várias escolas de surf.

Surf na Praia da Arrifana

Em forma de enseada, a Praia da Arrifana é uma das mais bonitas de Portugal, sendo muito popular para surfistas com vários níveis de experiência.

Algarve Vista da Praia da Arrifana em Aljezur
Praia da Arrifana, Aljezur

Surf na Praia da Amoreira

A Praia da Amoreira, na foz da Ribeira de Aljezur, é uma praia geralmente com poucas pessoas e que pode ser uma boa opção para praticar surf no verão, quando os ventos não estão fortes.

Surf na Praia do Canal

A Praia do Canal está situada no meio de um cenário idílico e tem acesso difícil de carro (preferencialmente faz-se por 4×4), é recomendada para surfistas mais experientes.

Surfistas na Costa Vicentina, Algarve
Surfistas na Costa Vicentina, Algarve

Distâncias de Aljezur: Praia de Arrifana a 10 km, Praia da Amoreira a 9 km e Praia do Canal a 11 km.

O que Comer e Beber em Aljezur

Em Aljezur, a gastronomia local tem inegavelmente grande variedade e qualidade. O peixe e mariscos frescos, pescados na extensa costa, são servidos em receitas tradicionais, como por exemplo saborosas caldeiradas. E não esqueça de apreciar os perceves, apanhados nas rochas junto ao mar.

Nesta área, a batata doce é rainha, sendo cultivada nas terras férteis de concelho de Aljezur, seja confeccionada nos pratos típicos, pastéis e bolos. Igualmente, prove também as papas mouras, onde ao xarém algarvio se acrescentam os cominhos.

Por fim, experimente a aromática aguardente de medronho destilada em tradicionais alambiques de cobre.

Batata Doce, Aljezur
Batata Doce, Aljezur

Restaurantes em Aljezur

Restaurante Pont’ A Pé

O Restaurante Pont’ A Pé é um local muito apreciado, situado junto à Ribeira de Aljezur no Largo da Liberdade. Por isso, aqui pode provar a boa gastronomia regional e portuguesa. Com destaque para os pratos de peixe, marisco e carnes e a doçaria típica, que inclui sobremesas que usam batata doce, amêndoa e mel da região.

Local: Largo da Liberdade, 12, Aljezur

A Tasquinha dos Borralhos

Se pretender uma refeição ligeira a um preço agradável, tens o Snack-Bar Os Borralhos, junto à entrada do Mercado Municipal. Na realidade é uma tasquinha que serve uns ótimos petiscos, como saladas de polvo, de ovas e de atum, tostas e muito mais. As sobremesas são excelentes e o serviço de esplanada é bom. Aproveite!

Local: Largo do Mercado, Aljezur

Alojamento Aljezur

Aljezur tem uma extensa oferta hoteleira, para todas as bolsas e estilos. Ora confira aqui:

O que Comprar em Aljezur

Este roteiro em Aljezur fica completo com a partilha de sugestões do que comprar em Aljezur. Do artesanato do concelho destacam-se sobretudo os trabalhos e cestas em vime.

Igualmente, são produzidas também mantas de “trapo” com vários padrões, rendas e bordados, mobiliário, cadeiras e colheres de madeira, que podes utilizar em casa.

Bem como típicas alcofas, cestos e tapetes em esparto (planta herbácea do Algarve).


Mais informações:

Posto de Turismo: Telefone 282998229 ou www.cm-aljezur.pt

Associação de Escolas de Surf da Costa Vicentina: www.algarvesurfschoolsassociation.com

Guarda no Pinterest!

Roteiro em Aljezur, Algarve

Outros Destinos no Algarve

Para saber mais sobre os locais que recomendamos no País, então visite a página Destinos em Portugal.

Este artigo contém links afiliados. Ao fazer uma compra através desses links, não paga mais por isso e ajuda a manter este blog. Gratos!

Gostou deste artigo? Assim, Partilhe-o por favor com os seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Print
Share on email
Email
Temas
Top Artigos
Categorias
Escolher Categoria
Alojamento

Booking.com

Blog Membro
Selo ABVP Associação de Bloggers de Viagem Portugueses
Previsão do Tempo
Previsão do Tempo