Share on facebook
Share on pinterest
Share on print

O Jardim do Cerco é um local agradável para usufruir da natureza, com jardim, 2 hortos e bosque de árvores frondosas, em Mafra, perto de Lisboa.

O Jardim do Cerco foi um espaço que nos surpreendeu a seguir à visita que fizemos ao Palácio Nacional de Mafra. Gostámos muito deste local bem cuidado, que pode passar despercebido e por isso partilhamos!

O Jardim do Cerco é percursor dos modernos jardins botânicos, sendo um local agradável ao ar livre, com um bonito jardim, dois pequenos hortos (um das ervas aromáticas) e um bosque com belas árvores frondosas.

Aqui impera o verde das plantas e das majestosas árvores, o florido das flores e o cantar dos pássaros, num ambiente algo bucólico para contemplar, fazer um passeio romântico ou simplesmente ler um livro.

O complexo (denominado Real Edifício de Mafra) constituído pelo Jardim do Cerco, Tapada de Mafra, Palácio, Convento e Basílica de Mafra está classificado como Património Mundial da UNESCO.

Por tudo isto, não deixe de visitar o Jardim do Cerco, bem pertinho de Lisboa!

O que é o Jardim do Cerco?

O Jardim do Cerco é um espaço bem cuidado e murado, com 8 hectares, contíguo ao Palácio Nacional de Mafra. Foi mandado construir pelo Rei D. João V, no século XVI, em estilo barroco e foi inspirado no Jardim do Palácio de Versalhes, perto de Paris.

Jardim do Cerco e Palácio de Mafra
Entrada no Jardim do Cerco e Palácio de Mafra

Inicialmente funcionava apenas Cerca do Convento, com horta, pomar e tanques de água.

Posteriormente, o Rei mandou plantar uma mata e colocar “todo o género de árvores silvestres, que fez conduzir de várias partes do Reino”. Aqui construiu também um campo de jogos da bola (e da laranjinha e do aro), para a recriação sobretudo dos frades.

O Jardim do Cerco é também procurado por pessoas de todas as idades com a finalidade de fazerem a sua caminhada, através das “ruas” espaçosas adornadas com estátuas e de caminhos com denso verde das folhas das árvores.

Igualmente, por aqui também passeavam Reis e Príncipes, que usufruíam dos vários bancos colocados em sítios discretos para descansar.

O parque infantil para levar as crianças e o parque de merendas para fazer um piquenique são similarmente muito procurados. O Jardim do Cerco é decerto o local ideal para passear com a família!

A importância do Jardim do Cerco

O Jardim do Cerco segue o exemplo das cercas muradas que existiam em Portugal junto a conventos, mosteiros e palácios.

Jardim do Cerco
Jardim do Cerco

Estas cercas geralmente continham espécies de interesse utilitário, como hortaliças, plantas aromáticas e medicinais, bem como árvores de fruto (pomares de laranjeiras, videiras, piteiras, etc.) e outras espécies florestais (para lenha).

O local continha igualmente espécies de interesse ornamental (no local) e para ornamentação dos palácios e dos conventos.

Como Visitar o Jardim do Cerco: Destaques

Vamos ajudá-lo na visita ao Jardim do Cerco, para usufruir esta ocasião em contato com a natureza e assim poder relaxar!

Entrado do Jardim do Cerco
Entrada do Jardim do Cerco

=> Após passar a Portaria da Entrada, siga pelo lado direito, atravesse um enorme relvado rodeado de grandes árvores e chega ao Horto das Aromáticas.

Horto das Aromáticas do jardim do cerco

Neste Horto encontra 36 canteiros plantados com ervas aromáticas e medicinais, entras quais tomilho, hortelã-pimenta, erva-cidreira, alfazema, manjerona, coentros, funcho, cebolinho, arruda, poejo e muitas mais.

As ervas aromáticas eram utilizadas nas cozinhas do Palácio e do Convento, bem como algumas ervas medicinais para a Botica (farmácia) do Convento.

=> Continue até à uma enorme Nora, para tirar água.

Nora

A bem cuidada Nora está inserida numa grande estrutura de pedra sobre um poço.

Pensa-se que anteriormente à construção do aqueduto, a nora servia para tirar água do poço e encher o tanque principal elíptico.

Eventualmente, poderá assistir ao mecanismo da Nora a trabalhar, com as suas rodas dentadas de madeira!

Nora do Jardim do Cerco
Nora do Jardim do Cerco

=> Mais à frente encontra-se o Aqueduto.

Aqueduto

O Aqueduto, suportado por arcos, com a sua cor amarela, trazia a água vinda da Tapada Nacional de Mafra para o Jardim do Cerco.

Este aqueduto de 4 km conduz as águas desde as nascentes no ponto mais alto da Tapada (o Sunível), através de íngremes colinas da Tapada até chegarem ao Jardim do Cerco.

Jardim do cerco aqueduto
Jardim do Cerco e aqueduto

=> Ao lado, encontra o Horto dos Frades.

Horto dos Frades no jardim do cerco

Neste horto eram também plantadas espécies botânicas para serem consumidas no Convento e Palácio de Mafra, além das plantas e raízes colhidas na Tapada Nacional de Mafra.

Daqui saíam as plantas medicinais para os frades fabricarem medicamentos na Botica do Convento, a saber xaropes, óleos, tinturas e bálsamos para serem usadas pelos doentes nas três Enfermarias.

=> A seguir, entre no pequeno Bosque.

Bosque do jardim do cerco

Este pequeno bosque (ou mata) possui árvores centenárias, de grande porte, com vegetação densa, caminhos largos, cantos e recantos.

Por detrás do muro do Bosque situa-se a Tapada Nacional de Mafra.

Assim, se se quiser “perder “ ou dar bom uso à máquina fotográfica, pode percorrer os caminhos por entre uma exuberância de tons de verde das árvores centenárias (loureiros, etc). Aliás, em alguns locais, formam-se autênticos túneis, ladeados pontualmente de hortênsias.

Caminho no Jardim do Cerco Mafra
Caminho no Jardim do Cerco

=> Ao entrar nesta pequena Mata, avista logo o Parque Infantil com o Parque de Merendas ao lado.

Parque Infantil

O espaçoso parque infantil é um recinto ideal para o divertimento infantil, onde os mais pequenos podem gastar as energias!

Parque de Merendas

Um grande parque de merendas, com mesas e bancos corridos de madeira, é um bom local para fazer um piquenique com a família e amigos.

Parque de Merendas no Jardim do Cerco
Parque de Merendas no Jardim do Cerco

=> Ao lado ficam os WC, a Casa do Jardineiro e o Jogo da Bola.

Jogo da Bola (campo)

O campo do Jogo da Bola é um espaço pavimentado, com 50 metros de comprimento por 9 metros de largura.

Em bom estado de conservação, destacam-se bancadas de pedra em toda a extensão do campo para os espetadores assistirem aos jogos.

Neste local existiram no passado 7 jogos: 4 jogos da bola, 2 da laranjinha e 1 do aro.

Jogo da Bola no Jardim do Cerco
Jogo da Bola no Jardim do Cerco

Jogo da Bola no Jardim do Cerco

Até ao século XIX, o Jogo da Bola era muito praticado pela nobreza e clero, e até ao início do século XX foi popular entre o povo.

Este Jogo era praticado em diversos locais de Portugal, como nos conventos (em Arouca, Santa Cruz em Coimbra e Mafra), nos palácios (como nas Necessidades em Lisboa) e nos locais públicos (como na atual Praça da República da Ericeira). Os campos em Coimbra e em Mafra ainda podem ser vistos.

O Jogo da Bola era praticado com 4 bolas de 14 cm (de diâmetro) com a finalidade de derrubar 9 paulitos de 30 cm (colocados em cima de um tabuleiro), atribuindo-se então pontos.

Todavia, uma tábua servia de barreira para as bolas e permitia o ricochete. Ao passo que seis estacas, com 120 cm de altura, eram colocadas a meio para dificultar o jogo. Todos os equipamentos eram de madeira.

Assim sendo, ganhava o jogador (ou equipa) com mais pontos.

Jogo da Laranjinha

O Jogo da Laranjinha era jogado com 1 ou 2 bolas de 10 cm (de diâmetro) que eram atiradas para ficar o mais perto possível de uma “laranjinha” (bola mais pequena), colocado à distância em cima de um tabuleiro.

Pontuavam as bolas que ficavam mais perto da ‘laranjinha’. Evitava-se que as bolas caíssem no fosso atrás e podia-se afastar as bolas adversárias.

Ganhava o jogador (ou equipa) com mais pontos.

Jogo do Aro

O Jogo do Aro era jogado com 2 bolas de madeira que eram atiradas, primeiro à mão e de seguida com a ajuda de uma “palheta” (vara ou stick), para serem introduzidas num aro de ferro de 8 cm (de diâmetro) colocado à distância no solo, pontuando quem o fizesse.

Ganhava o jogador (ou equipa) com mais pontos.

=> Atravessando o Parque de Merendas e o Jardim Infantil chega-se à Cisterna.

Cisterna – Jardim do cerco

Esta cisterna, ou mãe-de-água, recolhia as águas que chegavam da Tapada de Mafra através do Aqueduto.

Depois, estas águas eram distribuídas para o Lago (ou Tanque) Central para regar o Jardim e o Horto, bem como para abastecer o Palácio e Convento.

=> Regresse (pelo lado esquerdo) ao Jardim.

Jardim

Este jardim, de estilo barroco, foi inspirado no Jardim de Versalhes, perto de Paris, mas em ponto pequeno.

Jardim do Cerco visto a partir do Palácio de Mafra
Jardim do Cerco visto a partir do Palácio de Mafra

O Jardim está disposto em socalcos com canteiros geometricamente desenhados, que contêm plantas e flores das mais variadas espécies e cores, de grande beleza, que emanam aromas agradáveis.

Os canteiros encontram-se circundados por pequenas sebes de buxo e pontuados com estatuetas e vasos feitos em pedra.

=> A meio está um bonito lago.

Lagos, Fontes e Quedas de Água

O Jardim contém pequenos lagos (ou tanques), fontes e ligeiras quedas de água sobre as pias de pedra. Aproveitando o desnível dos terrenos do Jardim do Cerco, criam um ambiente agradável, com espelhos de água, som e movimento das águas.

No Lago (ou Tanque) Central, elíptico, observa-se um grande repuxo ao centro e vários peixes e nenúfares na água, rodeado por vários talhões com plantas e flores.

Lago no Jardim do Cerco
Lago no Jardim do Cerco

=> Siga em direção à Portaria da Entrada e encontra um local com aves exóticas e, mais à frente, de estufas.

Aves Exóticas e Estufas

As Aves Exóticas podem ser vistas neste local. Normalmente encontram-se aqui por exemplo pavões, faisões, caturras, periquitos, rolas, patos e outros.

As Estufas, todas envidraçadas, contêm viveiros de plantas.

Bilhetes e Entradas no Jardim do Cerco

As entradas no Jardim do Cerco são gratuitas.

Para mais informações sobre as visitas, indicamos o site oficial da Câmara Municipal de Mafra, que gere o espaço do Jardim.

Local: Largo General Humberto Delgado (junto à entrada norte do Palácio Nacional de Mafra) – Mafra – Lisboa

Mais informações:  www.cm-mafra.pt

Como Chegar a Mafra

Mafra onde fica

A partir de Lisboa, Mafra fica a 25 km a norte, ou seja, se estiver na Capital muito rapidamente consegues visitar esta vila e o seu magnífico Palácio.

Vista de Mafra a partir o Palácio de Mafra
Vista de Mafra a partir o Palácio de Mafra

Consulte abaixo as dicas de como se pode deslocar de Lisboa a Mafra.

Mafra fica próximo do litoral, a 10 km das praias da Ericeira, sendo esta última famosa devido ao surf.

Caso esteja em Sintra ou Cascais / Estoril, Mafra fica a 25 e 35 km, respetivamente.

De Óbidos a Mafra são 70 km.

DE carro para MAFRA

A partir de Lisboa: Calçada de Carriche => A8 (Leiria/Loures) => Saída 5 => A21 (Ericeira/Mafra/Malveira) => Saída 3 (Mafra-Este/Sintra) => N116 (36 Km, 0h30)

AUTOCARROs MAFRA

A partir de Lisboa: Estação do Campo Grande => Paragem Mafra (Convento) (0h50, operador Mafrense: Horários)

COMBOIO MAFRA

A partir de Lisboa: Estação do Rossio => Estação de Mafra (1h00, operador CP: Horários)

O Que Fazer em Mafra

Visitar o Palácio nacional de mafra

O Palácio Nacional de Mafra é um dos maiores do mundo e o mais importante edifício de arquitetura barroca em Portugal, inspirado na Roma Papal.

Visitar o Palácio Nacional de Mafra é como viajar no tempo, para a altura dos Reis, das Rainhas e das suas cortes. Não esquecendo o charme da bela Biblioteca, que é uma das mais importantes da Europa.

Por tudo isto, e muitas outras que pode descobrir neste artigo, não deixe de visitar o Palácio Nacional de Mafra, classificado como Património Mundial da UNESCO!

Exterior do Palácio de Mafra com vista para a vila de Mafra
Exterior do Palácio de Mafra

Local: Centro de Mafra (junto ao Jardim do Cerco)

Visitar a Tapada Nacional de Mafra

A Tapada Nacional de Mafra foi criada por D. João V, no século XVIII, com o intuito de servir as necessidades do Convento e do Palácio Nacional de Mafra próximos e para servir como parque de lazer e zona de caça da Família Real, num total de 1.200 hectares.

Na Tapada pode apreciar principalmente a tranquilidade da natureza e ver os animais a viver ao ar livre. Crianças e adultos podem explorá-la a pé, através de percursos pedestres, de bicicleta ou de mini-comboio, com ou sem a ajuda de um guia local.

Pode igualmente fazer passeios noturnos.

Com efeito, a Tapada Nacional de Mafra é um bom local para passear com a família perto de Lisboa e tirar excelentes fotografias!

Tapada Nacional de Mafra
Entrada da Tapada Nacional de Mafra

Local: Codeçal, a 8 km de Mafra

Visitar a Aldeia-Museu de José Franco

Na aldeia do Sobreiro (entre Mafra e Ericeira), José Franco, um dos mais famosos ceramistas portugueses, nascido em 1920, construiu uma mini-aldeia típica com muito para ver.

Decerto, inspirado nas suas visitas ao Palácio Nacional de Mafra, o mestre José Franco ganhou o gosto por moldar figuras de barro únicas, com pormenores festivos e rurais.

De forma gratuita, pode percorrer a pequenina aldeia-museu, por entre casinhas e espaços “labirínticos”, que retratam quer profissões, quer objetos e vivência nas aldeias portuguesas do antigamente.

Além disso, há sempre pão com (ou sem) chouriço e filhoses quentinhas acabadas de fazer!

Moinho com as suas velas na Aldeia Museu de José Franco
Aldeia-Museu de José Franco

Local: Sobreiro, a 13 km de Mafra

VisitaR a Ericeira

A Ericeira é um excelente local quer para passear junto ao mar, quer apreciar os barcos dos pescadores ou circular pelas estreitas ruas da vila.

Em seguida pode também visitar o Centro de Interpretação Reserva Mundial de Surf junto ao Posto de Turismo.

Praia dos Pescadores, Ericeira
Praia dos Pescadores, Ericeira

Local: Ericeira, a 24 km de Mafra

Alojamento na Região de Lisboa

Na Região de Lisboa tem boas opções de alojamento e para todos os gostos. Pesquise aqui os melhores locais aos melhores preços.

A vila da Ericeira bem perto também tem uma extensa oferta hoteleira. Veja aqui a melhor opção para si.

Lugares para visitar em Lisboa

Para saber mais sobre outros LikedPlaces, descubra a nossa página Destinos em Portugal.

Este artigo contém links afiliados. Ao fazer uma compra através desses links, não paga mais por isso e ajuda a manter este blog. Gratos!

Gostou deste artigo? Então, partilhe-o por favor com os seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Print
Share on email
Email
Temas
Top Artigos
Categorias
Escolher Categoria
Alojamento

Booking.com

Blog Membro
Selo ABVP Associação de Bloggers de Viagem Portugueses
Previsão do Tempo
Previsão do Tempo