Share on facebook
Share on pinterest
Share on print

Desfrute da natureza no seu estado mais puro e belo, na Ilha da Culatra, dentro do Parque Natural da Ria Formosa, no Algarve.

A Ilha da Culatra é uma das cinco ilhas-barreira do Parque Natural da Ria Formosa, situado no litoral sul do Algarve – ilhas que impedem que a força das marés invada o interior da laguna da Ria.

Esta ilha de pescadores é procurada pelas belas e extensas praias, de areias claras e finas e com águas cristalinas e quentes. Um passeio pela ilha permite observar a rica fauna e flora, a laguna e o mar.

Assim, a Ilha da Culatra oferece boas condições para umas férias descansadas!

Mapa da Ilha da Culatra

A nossa visita à Ilha da Culatra, em suma, mostrou-nos um Algarve diferente e genuíno, ligado à natureza. Partilhamos agora este tesouro escondido, esta ilha de gente dedicada ao mar e à Ria Formosa. Vem connosco!

Ilha da Culatra

Com 7 km de comprimento, a Ilha da Culatra é uma das ilhas-barreira da Ria Formosa, no sotavento algarvio. As outras ilhas são Barreta, Armona, Cabanas e Tavira, que junto com as penínsulas do Ancão e Cacela, protegem a laguna do mar.

A Ilha da Culatra tem, ora do lado do mar, dunas e praias quase desertas de areias finas e claras, ora do lado da laguna, áreas de sapais, canais e ilhotes. Aqui está concentrada uma rica flora e fauna, com destaque para as aves que aqui vêm nidificar ou se refugiar durante as suas migrações.

A Ilha da Culatra tem três núcleos urbanos: Culatra (ao centro), Farol (a oeste) e Hangares (entre as duas). Culatra e Farol são as maiores localidades e têm aliás a mesma dimensão.

Todavia, os povoados da Culatra e do Farol são surpreendentemente chamados de “Ilha da Culatra” e “Ilha do Farol”, como de duas ilhas distintas se tratassem.

Barcos na Ilha da Culatra
Barcos na Ilha da Culatra

A este, a zona mais larga e despovoada da Ilha da Culatra é delimitada pela Barra Grande (que a separa da Ilha da Armona). A oeste é delimitada pela Barra de Faro/Olhão (que a separa da Ilha da Barreta, ou Deserta).

As referidas barras permitem a navegação das embarcações em direção aos portos de Faro e de Olhão.

Culatra (localidade)

O núcleo urbano da Culatra é bastante castiço. É habitado durante o ano e maioritariamente por pescadores, conquanto que aqui existem algumas residências de segunda habitação, mais usadas no verão.

Ao entramos no Porto de Abrigo da Culatra, as profissões ligadas ao mar invadem os nossos sentidos.

Porto de Abrigo da Culatra, Ilha da Culatra
Porto de Abrigo da Culatra

Ademais, por aqui vêem-se os pescadores na sua azáfama com as redes, os trabalhadores dos viveiros de ostras, todos aqueles barcos ancorados e as gaivotas à procura que lhes caia um peixe (sem qualquer receio de nós).

Pescador, Porto de Abrigo da Culatra
Pescador, Porto de Abrigo da Culatra

Culatra tem casas muito engraçadas. Ora encontramos umas decoradas com objetos ligados à pesca (como âncoras gigantescas da pesca do atum ou potes para a apanha do polvo), ora vêem-se outras com buganvílias e plantas exuberantes. 

Casas Ilha Culatra
Casas na Culatra

A Culatra é praticamente auto-suficiente possuindo diversas infraestruturas e serviços.

Possui escola, jardim infantil, parque desportivo, igreja, mercearia e centro de saúde. Tem vários cafés e restaurantes, por isso, há sempre diversas opções para tomar uma refeição.

Rua Principal na Culatra, Ilha da Culatra, Faro, Algarve
Rua Principal na Culatra

Surpreendentemente à entrada da localidade destaca-se o branco da Igreja-Capela Ilha da Culatra, realçado pela luz do sol.

Igreja Capela da Ilha da Culatra
Igreja-Capela na Culatra

Praia da Culatra

A Praia da Culatra fica a meio da Ilha com o mesmo nome. É uma praia muito tranquila, com um extenso e praticamente deserto areal, embora sem grandes estruturas de apoio. Com efeito, a partir do núcleo urbano, chega-se à Praia da Culatra percorrendo um passadiço de madeira.

Aliás, ficámos especialmente encantados com a zona leste da Ilha da Culatra, que nos mostra a Ilha da Armona do outro lado da Barra. Aliás, pela cor da água e da areia branca e fina, ficámos com a sensação que estávamos nas Caraíbas.😍😍

Praia da Culatra
Praia da Culatra

Farol (localidade)

A oeste da Ilha da Culatra fica o núcleo urbano do Farol. Afinal deve o seu nome ao Farol do Cabo de Santa Maria que aí existe e que avista bem de longe.

Localidade do Farol, com Farol do Cabo de Santa Maria e ISN, Ilha da Culatra
Farol, Ilha da Culatra

A localidade do Farol possui maioritariamente casas de segunda habitação, usadas sobretudo durante o verão.

Por aqui existem alguns alojamentos locais, um mini-mercado e vários cafés e restaurantes, onde portanto se pode comer peixe e produtos apanhados no mar e na Ria Formosa.

Rua da localidade do Farol, Ilha da Culatra
Rua no Farol, Ilha da Culatra

Praia do Farol

Perto do núcleo urbano fica a Praia do Farol. Com um vasto areal e de águas transparentes, a praia é também procurada para a prática de atividades náuticas. Possui algumas estruturas de apoio.

Praia do Farol, Ilha da Culatra
Praia do Farol, Ilha da Culatra

Perto da Praia do Farol, junto ao molhe da Barra Faro/Olhão, as escolas de mergulho utilizam-no para dar as aulas. 

Farol do Cabo de Santa Maria

Na localidade fica o Farol do Cabo de Santa Maria. Este farol foi edificado em 1851 e tem uma torre com 50 metros de altura.

Farol do Cabo de Santa Maria, Ilha da Culatra
Farol do Cabo de Santa Maria, Ilha da Culatra

A nossa visita ao Farol do Cabo de Santa Maria exigiu um pedido de autorização prévia. Subimos os 232 degraus (ufa…😅) até ao cimo do farol.

Fomos parando ao longo da subida para tirar fotos pelas janelas (não pensem que foi para recuperar o fôlego😁!). No topo do farol, a vista é, acima de tudo, impressionante!

Inegavelmente lá do alto, tem-se a sensação de dominar a entrada da Barra Faro/Olhão, com a Ilha Deserta (ou da Barreta) do outro lado.

Entrada da Barra Faro/Olhão (vista do farol) Ilha da Culatra
Vista do farol para a Barra Faro/Olhão, Ilha da Culatra

Não fosse ter havido muito vento, que nos levou pelo ar os óculos escuros e a visita ao Farol teria sido perfeita!

Ah! Após cairem de uma altura de meia centena de metros, os óculos estavam intatos cá em baixo na areia, sem um único risco!

Quando o Farol do Cabo de Santa Maria estiver aberto ao público, aconselhamos a visita pois é uma experiência a não perder, dadas as vistas que se conseguem ter lá de cima!

Vista para a Ilha da Culatra, do Farol do Cabo de Santa Maria
Vista do farol para a Ilha da Culatra

Restaurantes no farol – Ilha da Culatra

Restaurante À do João

Almoçámos no Restaurante “À do João”, que fica ao fundo da localidade do Farol.

Ficámos à sombra da esplanada, numa das mesas mais próximas do mar, para apreciarmos a vista. Aliás, preferimos quase sempre as esplanadas 😎!

A comida estava deliciosa e os funcionários foram muito simpáticos e cuidadosos, fazendo-nos sentir seguros.

Vista do Restaurante Á do João, Farol, Ilha da Culatra
Restaurante Á do João, Farol, Ilha da Culatra

Como entradas, provámos os carapaus de escabeche, o lingueirão à bulhão pato (com coentros e alhinho!), bem como as ostras ao natural (fresquíssimas da Ria Formosa que estávamos a visitar).

Como prato principal escolhemos uma anchova grelhada, que estava muito fresca, com sabor “a lembrar o mar”! E a acompanhar batata cozida com salada de tomate e pimentos picados, ou decerto que não estivéssemos no Algarve!

A sobremesa foi à base de produtos típicos algarvios: tarte de figo, amêndoa e alfarroba! A sangria de champanhe, a acompanhar tudo isto, fechou assim o mote!

Hangares (localidade)

Achámos interessante a história do povoado de Hangares!

Hangares vista a partir do Farol do Cabo de Santa Maria, Ilha da Culatra
Hangares, Ilha da Culatra

Hangares fica voltada para a laguna da Ria, entre as localidades da Culatra e Farol. Este é o núcleo urbano mais pequeno, procurado sobretudo pelas casas de veraneio.

O local deve o seu nome a terem existido aqui dois hangares, que pertenciam a uma base de apoio a hidroaviões franceses e portugueses, que participavam na luta anti-submarinos na 1ª Guerra Mundial.

Em meados do século XX, uma área delimitada perto do cais foi usada como campo de treino da Marinha Portuguesa.

Assim sendo, ainda hoje é possível ver um velho bunker e a área de servidão militar vedada com arame!

Antiga Base de Apoio a Hidroaviões em Hangares, Ilha da Culatra
Antiga Base de Apoio a Hidroaviões em Hangares, Ilha da Culatra

Praia de Hangares

Do lugarejo de Hangares segue-se pelos passadiços de madeira, que atravessam o cordão dunar, e chega-se à Praia do lado do mar.

Justifica a ida à Praia de Hangares, pois o areal é imenso e impera a tranquilidade, com possibilidade de observar algumas aves da Ria Formosa. Que tal uma caminhada ao longo da água cristalina?

Cais de Hangares, Ilha da Culatra
Cais de Hangares, Ilha da Culatra

Percurso Pedestre PR1 FAR Ilha da Culatra

O percurso pedestre “PR1 FAR Ilha da Culatra” tem 6 km de extensão e é de dificuldade fácil, feito sobre os passadiços de madeira e a areia.

Este percurso permite ver três áreas distintas caraterísticas da Ria Formosa (sapal, dunas e praias) e observar a vegetação local e as aves marinhas e limícolas (que se alimentam no lodo).

=> O percurso começa no Porto de Abrigo da Culatra (a que se chega de barco), onde se vê o frenesim dos pescadores a cuidar das redes, junto dos barquinhos de várias cores;

-> Segue-se pelo caminho principal que atravessa o povoado da Culatra;

-> Depois continua-se por um passadiço de madeira (por 500 metros) até à praia sobre as dunas e os canais do sapal, para observar a flora e fauna locais;

Flora Vegetação da Ilha da Culatra
Vegetação da Ilha da Culatra

=> À beira do mar, prossegue-se em direção a nascente, para continuar a observar as aves (andorinhas-do-mar, pilritos, borrelhos e outras) e a multiplicidade de conchas depositadas na areia;

=> Após percorrer 1,5 km pela praia, segue-se por um passadiço de madeira até a um miradouro no interior das dunas. Dali tem-se uma boa vista sobre a laguna da Ria Formosa e a vegetação rasteira em redor;

-> Regressa-se ao local de partida, voltando pelo mesmo caminho.

Sem dúvida, que este é um percurso agradável e tranquilo de se fazer!

Conduta no Parque Natural da Ria formosa

Podemos usufruir de toda a beleza natural da Ilha da Culatra não esquecendo que estamos num Parque Natural. Por isso, devemos ter uma atitude cuidadosa que proteja os delicados ecosistemas, adotando regras de conduta, como:

  • observar as plantas sem as colher;
  • ver os animais sem os incomodar;
  • respeitar a calma do local;
  • utilizar os passadiços, evitando pisar as dunas.

Como chegar à Ilha da Culatra

O acesso à Ilha da Culatra faz-se apenas por barco.

A maioria dos visitantes usa ferries (carreiras de ida-e-volta), que partem de Faro ou de Olhão, para as localidades da Culatra e do Farol.

Cais do Farol (localidade), Ilha da Culatra
Cais do Farol, Ilha da Culatra

Há também a possibilidade de recurso aos áqua-táxis que fazem o transporte para o local que o passageiro pretender, inclusive para a localidade de Hangares.

Todavia, há outros que usam embarcações próprias.

Para chegarmos à Ilha, usámos a Passeios Ria Formosa, para termos o conforto de um transporte só para nós.

O que fazer perto da Ilha da Culatra

Visitar Faro

Faro é a capital da região do Algarve, situada a sul do Parque Natural da Ria Formosa. Tem muito para ver e fazer, dando-nos assim a oportunidade de apreciar um rico e diversificado património arquitetónico.

Arco da Vila, Faro, Algarve
Arco da Vila, Faro

Destacamos o centro histórico de Faro, de origem árabe e medieval, constituído por três núcleos:

  • A Vila Adentro é a área mais antiga de Faro, que convida a um passeio pelas ruas empedradas, para descobrir a Sé Catedral (do século XIII), o Museu Municipal e os Paços do Concelho. Chega-se à Vila Adentro entrando pelo Arco da Vila, que é uma portas das antigas muralhas que rodeavam a cidade;
  • A antiga Mouraria contém casas com fachada de cantarias lavradas, com janelas de sacada e telhados em tesoura. À volta do refrescante Jardim Manuel Bívar encontram-se o Antigo Hospital, a Igreja da Misericórdia e o edifício do Banco de Portugal;
  • O Bairro Ribeirinho possui ruas estreitas, com casas com cantarias trabalhadas e telhados em tesoura, bem como várias igrejas e ermidas.

Sem dúvida, que Faro tem das principais infraestruturas do Algarve, como o Aeroporto Internacional de Faro (usado por grande parte dos turistas estrangeiros que chegam à região) e o Porto Comercial de Faro, um dos mais movimentados.

Visitar Olhão

Olhão é uma cidade ligada ao mar e à Ria Formosa. Perto do cais situa-se o bairro do pescadores, com as pequenas casas brancas. Parte das casas possui quer platibandas e açoteias (terraços), quer janelas debruadas a azul ou cinzento.

A Igreja Matriz, do século XVII, tem uma torre que é um bom miradouro para a Ria Formosa.

Na Avenida 5 de Outubro, que acompanha a frente ribeirinha, são inúmeros os restaurantes onde se come a gastronomia local. Ali provam-se os peixes e os mariscos frescos, ora grelhados, ora na cataplana.

A meio da Avenida ficam inegavelmente dois ex-libris de Olhão: Os mercados do peixe e da hortaliça, lado a lado. Estes edifícios, do início do século XX, em estilo neo-árabe, destacam-se pela cor avermelhada dos telhados, paredes e torreões. Aqui os produtores do concelho vêm vender os seus produtos.

Mercado do Peixe e Mercado da Hortaliça, Olhão
Mercado do Peixe e Mercado da Hortaliça, Olhão

O Porto de Pesca de Olhão, que concentra a maioria do pescado do Algarve, é um local a visitar para ver o bulício da chegada dos barcos carregados de peixe!

Visitar Cacela Velha

Cacela Velha é um pitoresco povoado na costa litoral do Algarve (entre Tavira e Vila Real de Santo António), de onde se tem uma das melhores vistas sobre a Ria Formosa.

Esta terra de história e de poetas foi convidada pela UNESCO para integrar a lista indicativa de candidatura a Património Mundial.

Vista de Cacela Velha para a Ria Formosa
Vista de Cacela Velha para a Ria Formosa

Do núcleo histórico, bem preservado, observa-se o espelho de água com os barquinhos fundeados na Ria Formosa. As águas calmas permitem a recolha de moluscos e bivalves na maré baixa.

Ao fundo vê-se o extenso areal da Praia de Cacela Velha (ou da Fábrica), considerada uma das melhores do mundo!

Saiba mais aqui sobre Cacela Velha.

Alojamento Ria Formosa

Nas ilhas da Ria Formosa a oferta de alojamento é limitada, tanto mais que estamos em pleno Parque Natural.

Todavia, é possível usar como base para conhecer estas ilhas algumas localidades da costa algarvia. Encontre aqui várias opções:

Faça o Pin deste artigo para usufruir a Ilha da Culatra ao máximo e quando quiser.

PIN Ilha da Culatra, vista do Farol de Santa Maria para a Praia
PIN Ilha da Culatra, quatro fotos da localidade da Culatra, casa típica, porto de abrigo, praia e barco

PIN Ilha da Culatra Algarve, Foto vista do Farol do Cabo de Santa Maria. Montagem de Fotos do Farol do cabo de Santa Maria.

Outros Destinos no Algarve

Para saber mais sobre outros LikedPlaces, descubra a nossa página Destinos em Portugal.

Este artigo contém links afiliados. Ao fazer uma compra através desses links, não paga mais por isso e ajuda a manter este blog. Gratos!

Gostou deste artigo? Partilhe-o por favor com os seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Print
Share on email
Email
Temas
Top Artigos
Categorias
Escolher Categoria
Alojamento

Booking.com

Blog Membro
Selo ABVP Associação de Bloggers de Viagem Portugueses
Previsão do Tempo
Previsão do Tempo