Share on facebook
Share on pinterest
Share on print

Visita Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, e viaja no tempo por entre o património mundial da UNESCO e vistas panorâmicas deslumbrantes.

Longe das multidões, Angra do Heroísmo é a principal cidade da Ilha Terceira, nos Açores. No meio de grande beleza natural, esta é uma cidade cheia de história, ligada sobretudo à expansão marítima das potências portuguesa e espanhola dos séculos XV e XVI.

Angra do Heroísmo foi um porto de escala obrigatória de naus e galeões cheios de ouro e prata das Américas e de especiarias e tesouros do Oriente, que na cidade deixaram uma fusão de culturas. Aliás, esses barcos carregados de mercadorias de valor eram protegidos pelas fortificações à entrada da cidade: Castelo de São Sebastião e Fortaleza de São João Batista.

A cidade deve o seu nome ao espírito de patriotismo demonstrado nas Lutas Liberais do século XIX (Guerra Civil em Portugal). Aquando da instalação da regência do Reino em Angra, o seu nome foi mudado para Angra do Heroísmo.

Mapa de Angra do Heroísmo

Os números (#) no Mapa e no Texto identificam os locais a visitar:

O que Visitar em Angra do Heroísmo

A) Passear PELo centro histórico (Património da UNESCO)

A zona central de Angra do Heroísmo está classificada como Património Mundial da UNESCO e inclui o Centro Histórico e o extinto vulcão do Monte Brasil (atual parque Florestal). Por isso, passear pelas ruas e ruelas empedradas é como visitar o passado, com casas senhoriais com bonitas varandas, jardins, monumentos e museus bem cuidados.

Praça Velha

Em pleno centro histórico fica a Praça Velha (1), que é a inegavelmente a peça principal de Angra do Heroísmo. Neste largo destaca-se a calçada portuguesa ricamente trabalhada, com esplanadas, cafés e restaurantes à volta e onde está o edifício dos Paços do Concelho. Nesta praça assistimos a vários espetáculos de música ao vivo durante o dia e à noite. Por isso, trata-se de local aprazível que serve de ponto de encontro dos moradores da cidade e de muitos turistas. Da Praça Velha saem duas das principais ruas da cidade, a saber a Rua da Sé e a Rua Direita.

Praça Velha com os Paços do Concelho ao fundo, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Praça Velha com os Paços do Concelho, Angra do Heroísmo

Paços do Concelho

A dominar a Praça Velha ficam os Paços do Concelho (2) da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo. Com efeito, trata-se de um edifício, do século XIX, inspirado nos antigos Paços do Concelho do Porto e que sucedeu a outras duas “casas da câmara” que a expansão da cidade levou a que fossem substituídas. Nos Paços do Concelho de Angra destacam-se duas salas, com vitrais, pinturas e mobiliário da época, sendo o salão nobre um dos mais “charmosos” que visitamos em Portugal.

Rua da Sé

A Rua da Sé (3) é a rua principal do centro histórico de Angra do Heroísmo. De fato, trata-se de uma rua com calçada portuguesa (trabalhada), rodeada de lojas de comércio tradicional e de produtos regionais, restaurantes, bares, pastelarias e esplanadas. Caminhar por esta rua é como se estivéssemos a viver o passado, com belas casas senhoriais, bem conservadas, com varandas de ferro forjado espetaculares e com beirados avançados sobre forro de madeira, semelhantes às casas de sobrado encontradas no Brasil. Aqui são vários os conventos, mosteiros e igrejas com torres sineiras que se destacam na paisagem urbana. Não esquecendo o bonito Jardim Duque da Terceira.

Edifício na Rua da Sé, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Edifício na Rua da Sé, Angra do Heroísmo

Rua Direita / Rua de São João / Posto de Turismo

A Rua Direita (4) e a Rua de São João são duas das ruas empedradas, que conduzem ao Cais de Angra, onde encontras casas de arquitetura típica de Angra do Heroísmo. Assim, tratam-se de casas bem conservadas, onde sobressaem as varandas trabalhadas de ferro forjado e os beirados avançados sobre forro de madeira. Se bem que que parte delas teve de ser reconstruída após o terramoto de 1980.

Rua de São João, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Rua de São João, Angra do Heroísmo

A Rua Direita já foi a principal rua da cidade, ao ligar a Praça Velha e a casa do Capitão-Donatário ao Cais de Angra. Nesta rua encontra-se o Posto de Turismo, onde podes entretanto obter mais informações sobre a Ilha Terceira.

Portas do Mar

As Portas do Mar (5), também chamadas Portas da Cidade ou do Cais, situam-se no Pátio da Alfândega, onde se encontra a estátua do navegador Vasco da Gama. Para aqui convergem a Rua Direita e a Rua do Espírito Santo. Nas Portas do Mar podes observar a linda Baía e a Marina de Angra.

Portas do Mar, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Portas do Mar, Angra do Heroísmo

No Pátio da Alfândega destaca-se a fachada azul e branca da Igreja da Misericórdia (6), do século XVIII, com duas grandes torres sineiras. No local existiu o primeiro hospital dos Açores, cujo um dos fundadores foi João Vaz Corte-Real, Capitão-Donatário de Angra e descobridor da Terra Nova. A Igreja resultou da fusão de duas capelas que aqui existiam, mantendo surpreendentemente os dois altares. Ademais, no interior existe uma interessante coleção de escultura e pintura do século XVIII.

Prainha

Perto do Cais de Angra situa-se a Prainha (7). Esta é uma pequena praia, um local calmo onde podes relaxar na areia escura (de origem vulcânica) e aproveitar as águas calmas para tomar banho. Neste local podes desfrutar de uma excelente vista sobre o mar e o verde Monte Brasil e além disso usufruir dos restaurantes e bares que ali existem.

B) Subir aos miradouros do Monte Brasil

O Monte Brasil (8), situado na península em frente a Angra do Heroísmo, é um local aprazível, de grande beleza natural, a não perder! O Monte Brasil junto com o Centro Histórico de Angra do Heroísmo fazem parte do Património Mundial da UNESCO. Em suma, trata-se de um local onde existiu um vulcão, classificado como Reserva Florestal de Recreio de Angra do Heroísmo, onde respiras natureza.

Monte Brasil, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Monte Brasil, Angra do Heroísmo

Chegas ao Monte Brasil de carro ou a pé, pois fica junto à cidade. São diversos os pontos de interesse que justificam a visita, a saber os miradouros, o Parque do Relvão, a Fortaleza de São João Batista e os trilhos pedestres para ver a fauna e flora.

Miradouros do Monte Brasil

No Monte Brasil tens vários miradouros, com vistas espetaculares, por exemplo no cimo do monte, o Pico das Cruzinhas. De um lado do Monte Brasil, vês a Baía e a cidade de Angra do Heroísmo e o Ilhéu das Cabras ao fundo. Do outro lado, vês as Baías do Fanal e de Vila Maria. Aliás, em dias limpos até consegues avistar as Ilhas do Pico e de São Jorge.

Vista de um miradouro do Monte Brasil, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Vista de um miradouro do Monte Brasil para o Parque do Relvão e Baía, Angra do Heroísmo

Parque do Relvão

O Parque Municipal do Relvão (9) é uma zona de lazer, com um enorme relvado, zona de piqueniques, parque infantil e circuito de manutenção com vários equipamentos, onde podes praticar atividades físicas. Em baixo, está localizado o Cais da Figueirinha. O Parque do Relvão serviu de campo de manobras militares no século XIX, nas Guerras Liberais.

Parque Relvão, Angra do Heroísmo , Ilha Terceira
Parque Relvão, Angra do Heroísmo

Fortaleza de São João Batista

A Fortaleza de São João Batista do Monte Brasil (10), ou Castelo de São Filipe, do século XVI, é a maior fortaleza construída pelo Império Espanhol, fora de Espanha. Foi mandada edificar pelo Rei Dom Felipe II de Espanha e I de Portugal, com o intuito de controlar os ancoradouros de Angra e do Fanal, protegendo os navios oriundos das Índias e das Américas. As muralhas da Fortaleza circundam todo a península do Monte Brasil e têm uma extensão de 5 km, tendo chegado a conter 400 peças de artilharia e 1.500 homens.

Fortaleza de São João Batista,Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Fortaleza de São João Batista, Angra do Heroísmo

A Fortaleza de São João Batista constitui a mais antiga fortaleza continuamente ocupada por tropas portuguesas (em funcionamento há 5 séculos!). No seu interior existe uma enorme Praça de Armas (Praça de Rendição do castelo), Palácio do Governador, Igreja de São João Batista, Capela, Prisão, Poços e Cisterna (com capacidade para 1,5 milhões de litros de água). Ademais inclui uma bateria de canhões anti-aérea da Segunda Guerra mundial, dada a importância geo-estratégica do arquipélago dos Açores. Entretanto, acede-se à porta principal através de uma ponte de pedra sobre um fosso, o qual apresenta pequenos “muros quadriculados” que dificultam escalar a muralha.

Trilhos Pedestres no Monte Brasil

No Monte Brasil existem diversos trilhos pedestres assinalados, que permitem observar a variedade de fauna e flora e que conduzem a interessantes recantos, com zonas de sombra e bancos de jardim para descansar.

A flora é muito rica, com plantas autóctones da Ilha Terceira, além de outras espécies vindas do exterior, como as existentes no bosque de dragoeiros. Para o encanto de miúdos e graúdos, a fauna também é diversa, sendo vários os animais que podes encontrar, como aves e veados à solta (isso mesmo, “bambies” à solta!). Por isso leva, a máquina fotográfica para tirares boas fotos.

C) Explorar O Jardim Duque da Terceira

Jardim Duque da Terceira (11) a não perder na Rua da Sé junto do centro histórico! De fato, trata-se de um bonito e bem cuidado jardim, do século XIX, que constituiu um bom local para descansares e apreciares a ampla variedade de flora, onde consegues ouvir o chilrear dos pássaros. Ali existem diversas espécies de plantas, flores, bem como árvores fabulosas e centenárias de todo o mundo, muitas delas exóticas, tropicais e subtropicais, que dão cor ao jardim. Ainda mais, achámos muito interessante a existência, junto das espécies, de uma placa de identificação com o nome corrente, nome científico e a sua origem.

Jardim Duque da Terceira, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Jardim Duque da Terceira, Angra do Heroísmo

Este jardim municipal convida a um passeio pelos vários andares. Nos níveis mais baixos tem um coreto, bebedouros, fontanários e pequenos lagos com peixes e rãs. Para as crianças existe um parque infantil e uma pequena biblioteca. Entretanto, sobe a escadaria até ao último andar, que tem o lago romântico. Em seguida, sobe mais um pouco e chegas ao monumento do Alto da Memória. Apesar de serem um bom número de degraus, vale a pena o esforço, pois dali a vista sobre a cidade é magnifica!

D) SubIR aO Alto da Memória

O Alto da Memória (12), também chamado Monumento ou Outeiro da Memória, é local com significado, sobretudo para o povo brasileiro. A pirâmide que aí existe serve de “memória” à passagem pelo local de Dom Pedro I, Imperador do Brasil, também Dom Pedro IV, Rei de Portugal, durante a preparação do desembarque das tropas constitucionais em Portugal Continental no século XIX.

No local existiu, no século XV, a primeira fortaleza dos Açores (chamada de Castelo dos Moinhos), cujas pedras serviram para construir o atual Alto da Memória. Para lá chegares acedes pelas escadas vindas do Jardim Duque da Terceira ou através de carro ou táxi, pela Rua da Pereira.

Vista de Angra do Heroísmo e Monte Brasil a partir do Alto da Memória, Ilha Terceira
Angra do Heroísmo e Monte Brasil, Ilha Terceira

O Alto da Memória transmite a sensação de estar na “acrópole” da cidade, de onde tens uma das melhores vistas panorâmicas de Angra do Heroísmo. Assim sendo, dali vês o Jardim Duque da Terceira, a cidade de Angra do Heroísmo, a Marina de Angra, o Monte Brasil e o mar com o Ilhéu das Cabras e com as ilhas de São Jorge e do Pico ao fundo.

Ali podes ver também um poste com a indicação das distâncias (em Km) para as principais cidades do mundo.

Alto da Memória, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Alto da Memória, Angra do Heroísmo

D) EXPLORAR O MUSEU DE ANGRA DO HEROÍSMO

Localizado na Rua da Boavista, o Museu de Angra do Heroísmo (13) é o principal museu da cidade. Está instalado no antigo Convento de São Francisco, do século XVII.

Em síntese, trata-se de um museu bastante instrutivo e didático, com exposições permanentes e temporárias. Por exemplo, nele estão expostos vários objetos e videos para aprender sobre a história da cidade, da Ilha Terceira e do comércio internacional dos séculos XV e XVI. No local encontras inúmero espólio de interesse histórico e cultural para todas as idades, a saber coches, móveis, astrolábios, trajes, armaduras, instrumentos musicais, painéis de azulejos, talhas douradas e muito mais.

Museu de Angra e Convento de São Francisco, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Museu de Angra, Angra do Heroísmo

Convento de São Francisco

O Convento de São Francisco (14), do século XVII, apresenta grandes dimensões e linhas austeras, com fachadas marcadas por pilastras e vãos das janelas em cor “amarelo torrado”. Na Igreja do Convento destacam-se os retábulos de talha dourada, as imagens e pinturas barrocas, bem como as grande composições de azulejos. Ademais, ali estão sepultados João Vaz Corte-Real, descobridor da Terra Nova e Capitão-Donatário de Angra, e Paulo Gama (irmão de Vasco da Gama) que faleceu no regresso da primeira viagem à India.

E) Visitar o Palácio dos Capitães-Generais

Na Rua do Palácio situa-se o Palácio dos Capitães Generais (15), do século XVI, que está instalado no antigo Colégio dos Jesuítas. Este bem conservado palácio serviu de residência do 1º Capitão-General dos Açores, a quem era conferida a administração do Arquipélago dos Açores, então sediada na Ilha Terceira. Por duas vezes, o local serviu de Paço Real pelos reis Dom Pedro IV e Dom Carlos I (nos séculos XIX e XX). Atualmente é a residência oficial da Presidência do Governo Regional dos Açores.

Palácio dos Capitães Generais, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Palácio dos Capitães Generais, Angra do Heroísmo

Dentro do Palácio dos Capitães Generais, que conserva a estrutura da época, existe um interessante museu, de várias salas com móveis antigos trabalhados à mão, pinturas em quadros a óleo (figuras de Reis de Portugal) e peças de porcelana, que ajudam a contar a história de Angra do Heroísmo e da Ilha Terceira. Entretanto, também possui das melhores coleções de azulejos holandeses do século XVII (existentes fora da Holanda).

Junto ao Palácio existe a Igreja, com talhas douradas, estátuas e painéis de pintura seiscentista, e um belo jardim.

F) Apreciar a Sé Catedral

Na Rua da Sé, fica como o nome indica a Sé Catedral (16) ou Igreja do Santíssimo Salvador da Sé, do século XVI, de estilo renascentista. Este edifício destaca-se na cidade, pelas duas torres sineiras brancas e amarelas e tem a particularidade de estar virado a norte, ao passo que o costume na época era das igrejas com capela-mor ficarem viradas para Jerusalém.

Sé Catedral ao centro, Angra do Heroísmo
Sé Catedral ao centro, Angra do Heroísmo

Da Sé Catedral destacam-se os painéis de madeira com pinturas do século XVI, a estante de leitura de estilo indo-português, o mobiliário em jacarandá do Brasil, o órgão de tubos de grandes dimensões e o frontal em prata do altar do século XVIII, que é um rico exemplar da ourivesaria da Ilha Terceira. Na Sé está sepultado, entre outros, o provedor das armas Pero Anes de Castro.

G) Passear ao longo da Marina de Angra

A partir do centro histórico podes passear ao longo de um paredão que acompanha a Marina de Angra (17) e te conduz até Porto das Pipas, para poderes observar as embarcações de recreio que aí se encontram ou que venham da pesca. Neste local existiu anteriormente um antigo estaleiro naval, de construção e de reparação, dos barcos que faziam os caminhos das Índias e das Américas.

Porto das Pipas e Marina de Angra, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Porto das Pipas e Marina de Angra, Angra do Heroísmo

H) Explorar a vista dO FortE de São Sebastião

Na colina sobre o Porto das Pipas, à entrada da Baía de Angra do Heroísmo, situa-se o Forte de São Sebastião (18), também chamado de Castelo de São Sebastião ou Castelinho. Trata-se de um forte, do século XVI, de estilo italiano, que visava a defesa do porto. Ali eram acolhidas as embarcações carregadas de riquezas vindas das Américas, do Oriente e da África. Das muralhas tens uma excelente vista sobre a cidade e o Monte Brasil.

No seu interior existe uma Pousada de Portugal (onde ficámos hospedados), um grande relvado com piscina e uma deslumbrante vista sobre o mar e o Ilhéu das Cabras. Ademais, encontras também as antigas instalações da casa da guarda, do quartel e uma cisterna.

Forte de São Sebastião, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Forte de São Sebastião, Angra do Heroísmo

I) Fotografar o Monumento ao Touro

O Monumento ao Touro (19) situa-se ao cimo da Avenida Jácome de Bruges, na rotunda junto à Praça de Touros. Este impressionante monumento, dadas as suas dimensões, retrata as tradições dos terceirenses ligadas aos touros e a importância do gado na Ilha Terceira.

Monumento ao Touro, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Monumento ao Touro, Angra do Heroísmo

Gado vence a Batalha da Salga

Quando visitámos a Ilha Terceira contaram-nos este interessante relato, que partilhamos. Estando Portugal a ser governado pelo rei Filipe II de Espanha, resistia a Ilha Terceira, onde D. António, Prior do Crato (antes aclamado rei) se refugiou. Em 1581 a armada espanhola, com 1.000 soldados, desembarcou na Baía da Salga (freguesia de Porto Judeu) e começou a combater os poucos homens armados. Dona Brianda Pereira, nobre senhora cujo marido e filho ficaram feridos, armou mulheres e homens idosos com pás e enxadas e incitou-os a combater.

Entretanto, para ajudar, um frade reuniu grande quantidade de vacas, que depois enxotou sobre os castelhanos. Estes foram dizimados, parte deles em fuga para o mar (por não saberem nadar ou por as armaduras serem pesadas), outros regressaram às naus. Tempos mais tarde, voltou uma nova armada, passando Portugal a ser governado, na totalidade, pelos espanhóis por 60 anos!

H) Outros Locais de Interesse

Casa do Capitão Donatário

Na Rua do Marquês nº 14, fica a Casa do Capitão Donatário (21), que é constituída por várias casas mandadas construir para servirem de habitação a João Vaz Corte-Real, Capitão-Donatário de Angra e descobridor da Terra Nova. Estes edifícios situavam-se estrategicamente na base do Castelo dos Moinhos (que aqui existiu) e ao cimo da Rua Direita que conduz ao Cais.

Teatro Angrense

O Teatro Angrense (22) fica na Rua da Esperança nº 48. Trata-se de um teatro em “ferradura” com influências neoclássicas, do século XIX, que foi muito procurado para espetáculos de ópera italiana e de teatro romântico.

Mercado Duque de Bragança

Na Rua do Rego nº 70 encontra-se o Mercado Duque de Bragança (23) que é o mercado municipal da cidade. Justifica uma visita, sobretudo para observares as cores da variedade de produtos locais à venda.

Palácio Bettencourt

O Palácio Bettencourt (24) fica na Rua da Rosa nº 47. Trata-se de um edifício, do século XVII, de arquitetura barroca, que serve atualmente de Biblioteca Municipal e de Arquivo Regional de Angra do Heroísmo. Com efeito, trata-se de um belo exemplar das casas solarengas da cidade, que na fachada principal tem um grande pórtico em cantaria da região, com duas colunas salomónicas, encimadas por capitéis, arquitrave e brasão de armas da família Bettencourt.

Convento de São Gonçalo

Ainda na Rua da Rosa nº 68 fica o Convento de São Gonçalo (25). Este é o mais antigo convento de Angra do Heroísmo, do século XVI. Contém dois claustros, cerca, igreja e coros (alto e baixo). Entre o seu valioso recheio destacam-se o cadeiral do coro alto com figuras fantásticas, os painéis de azulejos e pinturas (do teto) dos séculos XVII e XVIII, bem como os revestimentos em talha dourada.

Hospital da Boa Nova

No Largo da Boa Nova (à entrada do Monte Brasil) situa-se o antigo Hospital da Boa Nova (26). Pensa-se que seja o mais antigo hospital militar do mundo, edificado no século XVII. Foi construído durante a ocupação espanhola para cuidar dos seus militares em serviço no Castelo de São Filipe do Monte Brasil.

Casa do Conde de Vila Flor

Na Rua Direita nº 115 fica a Casa do Conde de Vila Flor (27) onde viveu António José Severim de Noronha. Este 7º Conde de Vila Flor foi o 11º Capitão-General dos Açores, mais tarde Duque da Terceira. Tendo chefiado o exército liberal na batalha de 11/08/1829 que ocorreu na Praia, depois chamada de “Praia da Vitória.”

Quando Ir para Angra do Heroísmo (clima e tempo)

Qualquer altura do ano é uma boa altura para visitares Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, em pleno Oceano Atlântico (Norte). O arquipélago dos Açores usufrui de um clima temperado por influência da Corrente do Golfo. Por outro lado, também não existem muito turistas a circular (por enquanto!)

De uma forma geral, as temperaturas do ar situam-se entre 13ºC e os 22ºC (mais elevadas de Junho a Setembro). As temperaturas médias da água do mar rondam os 16ºC no Inverno e de 21ºC no Verão, podendo atingir os 25ºC.

Girassóis no Jardim Duque da Terceira, Angra do Heroísmo
Jardim Duque da Terceira, Angra do Heroísmo

Sobre o tempo no arquipélago diz-se que ocorrem “4 estações num só dia”, ou seja, durante o dia pode fazer sol, chuva, calor, frio, nevoeiro, etc. A Ilha Terceira não é exceção, pode ocorrer sol e chuva, a qualquer altura. Foi mesmo isso que aconteceu connosco!

Como Chegar a Angra do Heroísmo

De avião – AEROPORTO DAs lages

A maior parte dos visitantes de Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, chega de avião ao Aeroporto das Lages, localizado próximo da Praia da Vitória. Este aeroporto situa-se junto da Base das Lages, utilizada pelas Forças Aéreas Portuguesa e dos EUA, devido à sua importância estratégica no meio do Oceano Atlântico.

Para a Ilha Terceira operam várias companhias aéreas vindas da Europa e de outros continentes, internacionais e regionais, parte delas com voos diretos e low-cost.

Mais informações: www.azoresairlines.pt

DE BARCO PARA Angra do Heroísmo

A Marina de Angra do Heroísmo (17) é um porto bastante usado durante o Verão, quer por cruzeiros, quer por barcos de recreio e veleiros. Existem ligações marítimas regulares entre a Ilha Terceira e outras ilhas dos Açores e que permitem apreciar a beleza da costa das ilhas e do mar.

As condições meteorológicas condicionam, por vezes, as ligações de navio às outras ilhas dos Açores.

Marina de Angra, Angra do Heroísmo
Marina de Angra, Angra do Heroísmo

Mais informações: www.atlanticoline.pt

Onde Ficar em Angra do Heroísmo

Angra do Heroísmo concentra grande parte da oferta hoteleira da Ilha Terceira, com vários equipamentos hoteleiros, de alojamento local e alojamento rural.

Da cidade chegas facilmente às principais atrações da Ilha, uma vez que esta é relativamente pequena (tem 29 Km de comprimento por 18 Km de largura).

Quando estivemos em Angra do Heroísmo dormimos na Pousada de Angra (20), situada no Forte de São Sebastião, que faz parte das Pousadas de Portugal, com vista sobre o mar.

Pousada de Angra, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Pousada de Angra, Angra do Heroísmo

Como Circular em Angra do Heroísmo

Dentro de Angra do Heroísmo e sobretudo devido à dimensão da mesma, andámos sempre a pé. Não há nada melhor do que poder circular entre os vários pontos de interesse e usufruir o encanto da cidade!

Rent-a-Car Em Angra do Heroísmo

Se estiveres em Angra e pretenderes visitar a Ilha Terceira há várias opções de empresas de rent-a-car locais, nacionais e internacionais.

O que Comer e Beber em Angra do Heroísmo

Gastronomia em Angra do Heroísmo

Na Ilha Terceira são vários os pratos típicos, com destaque para as alcatras de vaca (mas podem ser de peixe, galinha, feijão ou favas). Estas são cozinhadas lentamente em potes de barro, com vinho, cebola, alho, louro, toucinho e pimenta. Depois colocam-se sobre fatias de bolo de massa sovada (pão doce).

Ademais, existem também os mariscos e os peixes grelhados dos mares dos Açores, como o boca negra (cor vermelho e branco, com boca escura) ou o veja (peixe-papagaio). Nós gostámos especialmente das lapas grelhadas na chapa! Não esquecendo o queijo Vaquinha (picante ou não e que podes provar e comprar na fábrica), produzido com leite das vacas “felizes”.

Das sobremesas da Ilha Terceira fazem parte as deliciosas Donas Amélias, que têm confecção de bolo mas formato de queijada (farinha de milho e trigo, açúcar, ovos, mel de cana, passas, canela e noz moscada). Assim como, há os doces de vinagre, que não sabem a vinagre (leite, açúcar, ovos e vinagre), os camafeus (nozes, ovos e calda de açúcar), as cornucópias (farinha, pão torrado, amêndoas, banha e açúcar e depois de frias recheadas com ovos-moles) e as fofas (filhoses no forno recheadas com creme de limão), com menos calorias que as filhoses fritas!

Para beber destacamos o Vinho Verdelho, típico da Ilha Terceira, vinho branco produzido sobretudo nas “curraletas” e o refrigerante Kima de maracujá, que não sendo da Ilha Terceira, justifica experimentar, não fosse este o mais famoso refrigerante dos Açores!

RESTAURANTES Em Angra do Heroísmo

Em Angra do Heroísmo existem vários locais onde comer bem, a exemplo de outros na Ilha Terceira, como sejam:

  • Casa de Pasto A Canadinha: Situada na Av. Infante Dom Henrique, 24, em Angra do Heroísmo, foi o nosso local de eleição em preço/qualidade/atendimento. No meio de uma decoração castiça, provamos vários pratos típicos açoreanos e foi onde apreciámos as melhores lapas grelhadas!
  • Tasca das Tias, O Chico e Cais de Angra;
  • Perto de Angra, em São Mateus, a 4 km, tens o Restaurante Beira-Mar. Este tem o porto de pesca em frente e apresenta acima de tudo grande variedade de peixes e mariscos frescos. Destacam-se a sopa de marisco no pão, as espetadas mistas e os demais grelhados. Não foi fácil arranjarmos mesa, devido à grande procura, mas valeu muito a pena.
Restaurante Beira Mar, em São Mateus, Terceira
Restaurante Beira Mar ao cimo, em São Mateus, Ilha Terceira

O que Ver e Fazer na Ilha Terceira

Situada entre a América do Norte e a Europa, a Ilha Terceira é a terceira maior ilha dos Açores, com 29 Km de comprimento por 18 Km de largura. Foi a terceira ilha a ser descoberta no arquipélago dos Açores no século XV.

Trata-se de uma ilha de origem vulcânica de grande beleza, com campos de pastagens rodeados de muros de pedra e florestas Laurissilva, piscinas naturais e praias de areia e antiquíssimos centros históricos em Angra do Heroísmo (a capital) e na Praia da Vitória.

Com efeito, dada a sua localização, a Ilha da Terceira constitui um importante porto de escala da navegação marítima internacional.

Sabe mais aqui no Guia de Viajem da Ilha Terceira.

Mais Destinos em Portugal

Para saberes mais sobre os locais que recomendamos no País, então visita a página Destinos em Portugal.

Faz o Pin deste artigo para usufruires Angra do Heroísmo ao máximo e quando quiseres.

Gostastes deste artigo? Por favor partilha-o com os teus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Print
Share on email
Email
Temas
Top Artigos
Categorias
Escolher Categoria
Blog Membro da ABVP
Previsão do Tempo
Tempo em Portugal